Anúncios recentes
App
Compartilhe

Modelos de brincos femininos

Os modelos de brincos podem ser classificados por tamanho (pequenos, médios, grandes), material (ouro, prata, ródio, etc), composição (pérolas, pedras, chatons, contas, tecido, etc), base (anzol, pino, argola, pressão), mobilidade (baixa, alta), simetria (simétricos, assimétricos) e tema (design).

Gota, pendurado (drop)

Apesar do nome "gota", não quer dizer que são brincos exclusivamente em formato de gotas. A tradução mais apurada desse "drop" seria "queda", "caído" ou algo do tipo. Esses modelos são designados assim porque o ornamento (pérola, pedra, chaton, pingente, filigrana, placa geométrica, floral, foliáceo, etc) fica pendurado no lóbulo da orelha através de algum suporte. Podem ser constituídos um ou vários ornamentos. O mais comum, no entanto, é possuir apenas um.

Sua principal característica é a baixa mobilidade. Ou seja, ficam dependurados no lóbulo e balançam pouco (ou mesmo sem balançar). E também costumam vir numa base do tipo pino.

Pendular, pendente (dangle)

Apesar do nome "pendular", a tradução mais apurada para "dangle" seria "pendente" (no sentido de estar "dependurado"). Só que "pendente" também significa algo inacabado e usar tal palavra poderia causar sensação que se trata de brincos inacabados. Pendular é uma palavra mais charmosa. Mas não quer dizer que brincos assim balançam apenas pendularmente (em trajetória de pêndulos). Na realidade podem balançar em qualquer direção.

Sua principal característica é essa, balançar livremente. Uma outra marcante é que usam mais base do tipo anzol (podem usar base pino também). Além do quê, brincos assim podem vir constituídos de vários ornamentos (conjunto de pérolas, por exemplo). E para possibilitar a mobilidade, vêm com extensores flexíveis (como correntes e arames) ou argolas.

Candelabro (chandelier)

Dependendo da proposta do fabrincante, esse modelo pode se assemelhar ao tipo gota ou pendular.

Sua principal característica é apresentar várias camadas (cachos) de ornamentos. Enquanto um brinco gota clássico possui apenas um único (uma pedra, por exemplo), um candelabro possuiria vários dependurados em cachos.

Contorno de orelha (ear climber/ crawler)

Modelo de brincos: contorno-orelha (climber earring)

O que mais chama atenção nesse modelo é o fato de enfeitar a hélice da orelha, portanto possui um formato curvo.

Por geralmente conter pedras (ou pérolas, strass), esses brincos causam a ilusão de serem um conjunto de vários studs.

Ear jacket

Modelo de brincos: ear jackets

Esse modelo de brincos ainda não possui uma tradução. Assemelha-se a um leque invertido. Sendo que o pino não faz parte da base (em forma de leque). Ela fica solta e será fixada atrás do lóbulo da orelha pelo pino e tarraxa. Entre outras palavras, as principais peças são destacáveis. Caso não se queira o usar o "leque", os brincos passam a ser do tipo stud.

Ear cuff

São brincos de pressão. E assim como os de contorno, sua proposta é enfeitar as hélices.

Geralmente possuem uma forma curvilínea (cilíndrica), pois dessa maneira conseguem se fixar mais facilmente.

Ear wrap

Também como ear cuffs, são brincos de pressão. A diferença entre eles é na forma como são fixados na orelha. Enquanto os ear cuffs, aproveitam da firmeza da cartilagem do topo da hélice para se fixarem por pressão, os ear wraps envolvem a orelha como fazem as ponteiras dos óculos. Daí o nome "wrap", que significa "cobertura", "envolvimento" (ou coisas do tipo).

Franja (fringe)

São brincos cujos fios ficam caídos bem soltos. Os fios podem ser de tecidos (tassel), metálicos ou cobertos com ornamentos (miçangas, por exemplo)

Argola (hoop)

São modelos de simples construção, em formato de circunferência (ou semicircunferência). Apesar de tal simplicidade de design, causam um ar de sofisticação e inerente elegância na mulher, principalmente os modelos grandes.

Utilizam mais pinos de trava do que de tarraxa. Os de tarraxa costumam ser semicircunferências.

Huggie

São argolas bem grossas (da espessura de anéis). Os tamanhos variam entre pequenos a médios. Assim como argolas, usam pinos de trava.

Os modelos mais comuns possuem pedras cravadas ao longo da circunferência.

Pino (stud)

São modelos pequenos de brincos. O ornamento (pérola, pedra, strass, etc), caso exista, vem fixado na cabeça do pino. Vão bem com qualquer formato de rosto ou corte de cabelo.

Caso tenham pedra(s) fixada(s) no pino, são conhecidos por "solitaire stud" ou "cluster stud". Os do tipo "solitaire" (solitário) são aqueles com uma única pedra. Quando há um grupo delas são chamados de "cluster".

Contate-me
Email (opcional)
O que há de errado?
Email (opcional)